X

Higor Silva vai às oitavas no Brasileirão

Quarta, 16 de julho 2008 às 15:19:23 AMT

Link Curto:

Tênis Juvenil
O dia foi perfeito para o mineiro Higor Silva, terceiro favorito ao título dos 14 anos do Campeonato Brasileiro Infanto-juvenil, torneio que reúne o que é de melhor do tênis nacional nas categorias 12, 14, 16 e 18 anos masculino e feminino.

Na primeira rodada, o tenista de Uberlândia passou por Gustavo Pinheiro (PR) por 6/2 e 6/2. Nesta quarta-feira foi a vez dele eliminar o tenista da casa, Marcos Bernardes (DF), em um jogo rápido, com parciais 6/2 e 6/3.

“No começo fiquei nervoso, pois a torcida estava a favor dele[Bernades], já que ele mora aqui. Mas depois segui firme e consegui vencer”, disse Higor, que terá pela frente o catarinense Gustavo Duarte, que passou pelo mineiro Victor Gonzaga por 6/3 e 7/5. “Já conheço o jogo dele e sei que vai ser difícil,mas vou entrar focado para ganhar. Vou ter de passar rodada por rodada, mas vai ser muito bom se eu levar pra casa o troféu de campeão nacional”, completou Higor.

Os demais jogos estão em andamento nas quadras do Clube do Exército inclusive o do mineiro Leandro Terra Castilho Ribeiro, quarto favorito ao título dos 18 anos, que enfrenta Lear de Souza (SP).

Os campeões e vices do Campeonato Brasileiro de Tênis Infanto-juvenil podem comemorar mais um prêmio extra, que será oferecido pela Confederação Brasileira de Tênis. Além dos wild cards na chave principal de um torneio da série Future no Brasil, já confirmado para o segundo semestre de 2008 para os campeões dos 16 e 18 anos, masculino e feminino, e convites para o qualifying aos vices das duas categorias, os mesmos também pontuarão para o ranking nacional de adultos.

A premiação, elaborada por Patrício Arnold e José Pedro Carvalho, responsáveis pelos Departamentos Infanto-juvenil e Profissional da CBT, respectivamente, será agregada ao regulamento do torneio, com intenção de ajudar os tenistas no período de transição.“ Pela qualidade técnica do torneio resolvemos agregar um valor a mais para os tenistas que são o futuro do tênis brasileiro”, disse José Pedro.

A nova premiação foi bem aceita e elogiada pelos tenistas que estão reunidos no Clube do Exército, até o próximo domingo. “A idéia é muito boa, já que para entrar no quali de um Future o tenista precisa de ter uma boa posição no ranking profissioinal”, disse Ídio Escobar, terceiro pré-classificado da chave dos 18 anos. “ O ranking nacional de adultos é muito importante para quem está saindo do juvenil. Consegui pontuar na ATP (Associação dos Tenistas Profissionais) jogando os CNIPs (Campeonato Nacional de Incentivo ao Profissionalismo) e consequentente pontuei no ranking de adultos”, completou o carioca que mora em São Paulo e derrubou ontem a noite o sul-matogrossense Lucas Melgarejo, com parciais 6/4 e 6/3.

Para o segundo pré-classificado dos 16 anos, Eduardo Dischinger (RS), a nova premiação é uma força a mais para que o tenista não fique fora dos Futures no Brasil. “ Esse incentivo é ótimo para nós. A pontuação no ranking de adultos aumenta a chance de entrar no quali e não ficar fora dos torneios profissionais”, afirmou o gaúcho que após eliminar Matheus Bacelar (SP), volta às quadras nesta quarta-feira, no confronto com Bernardo Scaraglia (RJ), por vaga nas oitavas-de-final.

Os jogadores dos 18 anos também receberam outra boa notícia nesta quarta-feira: A transmissão ao vivo da final do masculino no domingo, pelo canal Sportv, a partir das 09 horas, no Clube do Exército. A entrada é franca.
banner
banner
banner