X

Nadal bate Murray, cala a torcida e fica perto da final em Wimbledon

Quarta, 02 de julho 2008 às 16:21:10 AMT

Link Curto:

Nadal - Wimbledon 08 II
O espanhol Rafael Nadal não poupou nem o tenista da casa Andy Murray e, com mais uma grande atuação, se garantiu nas semifinais de Wimbledon com fácil vitória por 3 sets a 0 com parciais de 6/3 6/2 6/4 após 1h de partida.

Murray vinha motivado de uma épica vitória de quatro horas contra grande virada sobre o francês Richaqrd Gasquet. Essa também era sua primeira participação na fase quartas de final em Wimbledon, dando esperanças à torcida do primeiro título britânico em casa desde 1936.

Mas o tenista de Manacor manteve a boa média dos últimos jogos na grama e entrou muito sólido nos golpes de base, na agressividade e variação com subidas à rede, não dando chances ao escocês que sequer teve chances de quebra na partida.

Nadal chega à sua 22a. vitória seguida (não perde desde Roma) no circuito e alcança sua terceira semifinal seguida na grama de Wimbledon e está perto de conquistar o sonhado primeiro título. Para chegar à final, Rafa precisará passar pelo vencedor do jogo entre o alemão Rainer Schuettler e o francês Arnauld Clement, dois tenistas que não vinham em boa fase e conseguem resultados surpreendentes em Londres.

O jogo

Nadal não precisou esperar ou ter seu jogo interrompido pela chuva como aconteceu com Roger Federer mais cedo e começou a partida de forma tranqüila. Em quase todos os games incomodou Murray. Com uma quebra no 8º, ele abriu a vantagem definitiva para fechar por 6/3.

No segundo set, Rafa incrivelmente elevou ainda mais o nível, errando apenas uma bola, forçando o erro do britânico. As duas quebras que conseguiu, no terceiro e sétimo games, foram de zero para depois fechar no terceiro set-point.

No terceiro set um certo equilíbrio. Murray esteve corajoso buscando mais as linhas principalmente em seu serviço e foi confirmando com alguns problemas. Mas no sétimo game veio a quebra após game longo e erro de Andy após devolução alta e funda do oponente. A confiança do britânico caiu que vibrava timidamente a cada ponto, sabendo que estava difícil parar o touro. Nadal fechou o jogo com novo erro do adversário e comemorou a vaga na semi por 6/4.
banner
banner
banner