X

Nadal diminui vantagem para Federer. Djokovic encosta em espanhol

Segunda, 22 de outubro 2007 às 00:00:00 AMT

Link Curto:

Federer x Nadal - Shanghai
O Masters Series de Madri não trouxe mudanças de posições entre os três primeiros no ranking, mas apertou a disputa pelo número 1 do mundo entre Roger Federer e Rafael Nadal e também a luta do jovem Novak Djokovic, de 20 anos, para ascender à vice-liderança.

Leia Mais:
Daniel dá salto na tabela e pode assumir número 1 do Brasil
Roxane é o destaque brasileiro no ranking WTA desta segunda
Nalbandian retorna ao Top 20 após 5 meses Veja o Ranking Top 100

Cadastre-se:
Clique e Cadastre-se no Tênis News! Receba boletins e concorra a brindes

Federer perdeu 150 pontos por não ter defendido o título no ano passado na capital espanhola e sua diferença para Nadal (que repetiu as quartas do ano passado) caiu para pouco mais de 1,8 mil pontos.

Apesar da vantagem ainda ser grande, o suíço não tem a garantia que finaliza o ano na ponta. Ele precisa defender mais 1 mil pontos na semana com os canecos da Basiléia e Masters Cup. Todavia, caso dispute também o Masters Series de Paris teria a possibilidade de somar mais 500. Nadal, por sua vez, só precisa repetir 200 da semifinal em Shanghai e também tem o evento francês em seu calendário, podendo alcança a soma total de 1.050. Na pior das hipóteses para Federer, melhor para Nadal, o espanhol terminaria com 6435 e o suíço com 6205.

Situação mais favorável é a do sérvio Novak Djokovic. Ele diminuiu sua desvantagem para o vice-líder para abaixo de 1 mil pontos pela primeira vez desde que se tornou número três do mundo (diferença é 915) e não tem nada a defender, podendo somar até 1.250 pontos. O melhor cenário para ele no fim do ano seria com 5.720 contra 5.685 de Nadal.

banner
banner