X

Djokovic: 'Sempre acreditei que poderia virar'

Terça, 05 de julho 2022 às 17:21:16 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Novak Djokovic celebrou a vitória desta terça-feira pelas quartas de final de Wimbledon onde saiu de 2 a 0 abaixo para virar para 3 sets a 2 contra o italiano Jannik Sinner, 13º colocado com parciais de 5/7 2/6 6/3 6/2 6/2.



Leia Mais:

Djokovic sai das cordas e vira contra Sinner

Sérvio alcança recorde em Slams

"Foi emocionante fazer parte de uma partida como essa. Não muito emocionante para mim nos dois primeiros sets, mas depois disso acho que joguei uma partida totalmente nova, honestamente. Desde o início do terceiro set, joguei três sets muito sólidos com qualidade muito boa. Quando o quebrei no início do terceiro set senti que tinha encontrado meu ritmo e meu ritmo em cada um dos meus golpes. Hoje vivi duas partidas diferentes e me senti completamente diferente desde o início do terceiro set", disse o tenista que alcança 26 vitórias seguidas no torneio.

Sobre o início abaixo perdendo os dois primeiros sets ele comentou: "Comecei muito bem, ganhava por 4 a 1 e com uma bola de contra-ataque para conseguir mais uma quebra. Lá, ele sacou muito bem. Depois fui contra o vento e fiz um game muito ruim, com duas faltas duplas, dois erros eeu perdi o saque. Daí o jogo foi a seu favor. Comecei a duvidar dos meus golpes e ele passou a acreditar em si mesmo. Ele tinha uma mentalidade melhor em quadra, confiança para entrar e ditar o jogo nas troca. Eu estava falhando muito, muito passivo. Nesse nível, e principalmente na grama, tudo pode acontecer muito rápido. Além disso, eu também não estava servindo bem desde o final do primeiro set. O segundo set inteiro ele estava lendo e atacando meus serviços. Eu estava em modo defensivo, realmente. Não havia muitas coisas positivas para segurar.

Mas sempre acreditei que poderia voltar. Sei que tenho alguma experiência que pode me ajudar a prevalecer nessas situações. Não tive problemas físicos nem nada do tipo, era questão de virar o momento positivo a meu favor. Eu senti que o início do terceiro set era vital, era vital tentar quebrar seu saque logo no início e começar bem. E foi o que aconteceu".

Djokovic admite ter tido uma conversa com ele mesmo, como se fosse com o espelho, ao fim do segundo set: "Foi uma conversa estimulante, um discurso motivacional e positivo. Não importa o quão desanimado e negativo você se sinta no momento, e não importa o quão falso possa parecer ou soar para você, uma conversa como essa tem um efeito e o encoraja a tentar para encontrar as coisas positivas e corretas. Você diz a si mesmo para se animar de alguma forma. Foi o que fiz hoje. Fiz depois de perder os dois primeiros sets para Tsitsipas, em Roland Garros, e hoje funcionou. Nem sempre funciona, não é uma garantia, mas senti que tinha que mudar alguma coisa. Não estava jogando bem, não estava me sentindo bem na quadra e estava sendo dominado pelo Sinner. Felizmente, Grand Slams são cinco sets, o que me deu uma chance voltar."

Djokovic não esteve no Australian Open e não deve estar no US Open onde até o momento o governo americano o veta. Sobre questão de pressão por ganhar mais um Slam, ele comenta: "Eu não diria que tenho uma motivação completamente nova devido às circunstâncias. Sempre me sinto muito motivado para mostrar meu melhor tênis nos Grand Slams, especialmente aqui, que é provavelmente o torneio mais importante da história do nosso esporte. Eu sempre disse antes que este torneio e esta quadra central me inspiraram a jogar tênis. Meu sonho de criança era estar aqui. Cada vez que entro na quadra me sinto compelido a dar tudo, também motivado pelo enclave deste. O que acontece depois de Wimbledon é imprevisível, então não presto muita atenção a isso. Eu tento direcionar meus pensamentos para o aqui e agora, e veremos o que acontece depois."

Esta foi a 42ª partida no quinto set dele. Somente em Wimbledon ele conseguiu sua terceira virada saindo de 2 a 0 abaixo: "Se você está enfrentando jovens jogadores como Sinner, que não tem muitos jogos de cinco sets em sua carreira e sabendo que é sua primeira quartas de final, você sabe que essas coisas desempenham um papel na partida. isso depende de ambos os jogadores. Não acho que desempenhe um papel decisivo, embora pareça se você olhar para o placar. Isso me ajuda a estar ciente de que você já esteve nessas situações antes e que você foi. Eu enfrento essas partidas em particular com mais calma, com mais autoconfiança, se você pode dizer isso. Na maioria das vezes, no caso dessas experiências para os jogadores mais jovens, eles experimentam coisas que podem nunca experimentou antes."

"Senti que Sinner não tinha nada a perder antes da partida, mas tinha muito a perder quando tinha dois sets a frente. Eu podia sentir isso em um nível mental. Tenho a certeza que vai melhorar com o passar do tempo, porque é um jogador fantástico e muito profissional e dedicado a este desporto. Vamos ver muitas coisas dele nos grandes torneios."

banner
banner