X
banner

Dolgopolov dispara contra Roland Garros e pede exclusão de russos

Terça, 22 de março 2022 às 11:48:51 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Em entrevista ao jormnal francês Le Parisien, o ex-tenista ucraniano Aleksandr Dolgopolov disparou críticas ao torneio de Roland Garros e ao circuito de tênis por não excluírem os tenistas russos das competições.



Até o momento, somente Wimbledon mencionou que os tenistas russos não poderão competir caso não se oponham a Vladmir Putin. Dolgopolov fez uma semana de treino de tiros na Turquia e está em seu país lutando na guerra.

"Os organizadores de Roland Garros não têm coragem de tomar a única decisão possível no momento: proibir os tenistas russos e bielorrussos de jogar o torneio. Estou muito afetado pelo que está acontecendo para me preocupar com isso, mas acho que o tênis temos que tomar decisões muito diferentes das atuais, pois estão adotando medidas muito brandas. Estamos sofrendo uma guerra contra nossa nação, contra nossos valores, e isso afeta os civis. Não pode ser suficiente dizer 'não à guerra' e é isso", disse Dolgopolov.

Dolgpolov comentou mais sobre os russos: "Conheço muitos deles e são boas pessoas, mas cada vez que dizem apenas que querem paz, é como se se desvinculassem completamente do tênis e mostrassem a sensação de que querem jogar tênis e que se esquecem deles este assunto. Esta posição não é viável hoje", reflete o ex-número 13 do mundo.

Dolgopolov exige que os tenistas russos não possam competir até que condenem claramente as ações de seu país

Mas a mensagem mais contundente que Alexandr Dolgopolov emitiu foi dirigida à ATP. "Falei com eles e disse claramente que não podem fazer o que estão fazendo no momento. A Rússia não é elegível para os privilégios do mundo livre e um deles é disputar competições internacionais de tênis. Se os tenistas russos não condenem claramente as ações de seu governo e reconheçam que o que está acontecendo é um assassinato em massa da população civil ucraniana, eles não deveriam poder competir", seguiu.

banner
banner