X

Gaudenzi tem 70% de plano estratégico da ATP aprovado e admite atraso

Quinta, 14 de outubro 2021 às 09:35:00 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

O CEO da ATP, o ex-tenista italiano Andrea Gaudenzi, conversou com o jornal Sport Business e confirmou que cerca de 70% do plano estratégico de crescimento do tênis masculino está aprovado e apenas precisa do aval do Conselho de Jogadores.



O novo plano de estratégia de Gaudenzi é fruto de dois anos de trabalho no circuito e foi prejudicado pela necessidade de ações para a situação da pandemia da Covid-19, bem como necessitou ser adaptada à nova realidade global.

Boa parte do projeto foi aprovada junto ao Conselho dos Jogadores, do qual o mineiro Bruno Soares é membro como um dos representantes dos jogadores de duplas, durante as reuniões no US Open e incluem mudanças no sistema de premiação em dinheiro, com uma maior transferência de valores dos torneios para os tenistas e também um processo mais transparente financeiramente. Para isso, os torneios emitirão relatórios financeiros, que serão auditados por profissionais independentes. 

O plano de Gaudenzi inclui ainda a criação de um comitê que terá um representante dos jogadores, um dos torneios do circuito ATP e um profissional independente para equilibrar e relativizar as discussões para que decisões possam ter tomadas. Também foi aprovado o aumento de 10 para 11 dias de cinco dos torneios do Masters 1000.

A ideia inicial de Gaudenzi, quando assumiu a presidência da ATP, era de que o novo plano fosse implementado em 2023, mas ele já admite que dada a situação da pandemia e os problemas que o tênis tem enfrentado, é "improvável" que a implementação em 23 seja possível.

Falta definir dentro do plano a posição dos torneios no calendário, em especial os 250, que a ATP precisa definir para discutir e negociar direitos de transmissão mundo afora. 

Gaudenzi e a cúpula da ATP devem se reunir com os representantes dos torneios e também dos jogadores durante o ATP Finals Next Gen em Milão, está será a primeira reunião presencial de Gaudenzi com a cúpula dos torneios do circuito desde que assumiu a presidência da ATP em janeiro de 2019.

banner
banner