X

Murray cita o Brasil e manda indireta para Djokovic sobre vacinação

Segunda, 26 de abril 2021 às 17:38:32 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Andy Murray, ex-número 1 do mundo, mandou uma indireta para Novak Djokovic ao ser perguntado sobre o tema da vacinação contra COVID-19. O sérvio havia dito na última semana que não faria campanha a favor.

Leia Mais: Djokovic afirma que não fará campanha a favor da vacinação contra a COVID

"Se não quiser seguir nas bolhas é preciso apoiar a vacinação. Não podemos simplesmente dizer 'quero viver normalmente, sem estar em bolhas, mas não quero ser vacinado'. Isso não faz sentido algum", disse o britânico à agência de notícias PA.



Murray utilizou o exemplo do Brasil que virou epicentro do COVID-19 durante as últimas semanas.

“É claro que não é divertido ficar em bolhas, em Miami por exemplo olhávamos pela janela e víamos a cidade completamente aberta, e reconheço que é cansativo, mas ao mesmo tempo olho para o Brasil e vejo que só no último mês morreram 60.000 pessoas por causa do COVID, portanto se é isto que temos de fazer para continuarmos a ter o nosso trabalho e garantirmos alguma segurança aos torneios, então seja", acrescentou Murray, que já por diversas vezes defendeu a importância da vacinação.

O torneio de Belgrado foi polo de vacinação na última semana, mas Djokovic não foi visto se vacinando ou dando qualquer apoio. O tenista gaúcho Marcelo Demoliner se imunizou.

Murray afirmou ainda ter voltado aos treinos, mas não tem previsão de retorno aos torneios.
banner
banner
banner