X

Melo embarca para a quarentena na Austrália

Quarta, 13 de janeiro 2021 às 17:00:53 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

O Australian Open deste ano foi adiado em algumas semanas e será disputado entre 8 e 21 de fevereiro no calendário divulgado pela Associação dos Tenistas Profissionais (ATP).



E para viabilizar a realização do primeiro Grand Slam da temporada na Austrália, em meio à pandemia da Covid-19, rígidos protocolos foram definidos para receber os tenistas em Melbourne. A começar pela chegada ao país, que será em voos fretados, apenas com a presença de quem estará no torneio.

O mineiro Marcelo Melo viajará nesta quinta-feira (14) para Melbourne, em voo fretado saindo de Dubai, nos Emirados Árabes. Os australianos querem tomar todos os cuidados para que os estrangeiros não entrem com o vírus no país. O qualifying, inclusive, foi programado para Doha, no Catar, para que a circulação de pessoas comece apenas com a chave principal.

“Estamos seguindo as orientações do torneio sobre o voo. Vamos sair de Dubai, em avião fretado para os jogadores. Estão organizando para que todos partam juntos para Melbourne. E aí facilita muito a entrada lá”, afirma Marcelo, que tem o patrocínio de Centauro, BMG e Itambé, com apoio da Volvo, Head, Voss, Foxton, Asics, Bolsa Atleta e Confederação Brasileira de Tênis.

Desde o começo do ano, Melo está em Mônaco, dando sequência à pré-temporada iniciada no Brasil, em Belo Horizonte (MG). De Monte Carlo ele seguirá para Dubai e, então, para a Austrália. Lá jogará dois torneios: um ATP 250 e o Australian Open, ambos em Melbourne, formando dupla com o romeno Horia Tecau. Seu novo parceiro a partir deste ano, o holandês Jean-Julien Rojer, será pai em fevereiro e não viajará para a Austrália. O ATP 250, preparatório para o Grand Slam, começará no dia 31 deste mês. 

Serão 14 dias de uma rígida quarentena a partir da chegada no país. “Durante a primeira semana vamos treinar eu e o Horia. Não podemos ter contato com mais ninguém. Na segunda semana, será permitido o contato com mais uma dupla. Conversamos com o Mate Pavic e o Nikola Mektic e vamos treinar junto com eles. Mas só podemos treinar com eles e sem contato com mais ninguém fora desse grupo, somente os quatro”, explica Marcelo.

banner
banner