X

Menezes lamenta derrota após batalha e segue para challengers na Turquia

Terça, 12 de janeiro 2021 às 14:30:24 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Após um jogo muito disputado, com duração de nada menos do que 3h04min, o mineiro João Menezes – número 3 do Brasil e 193 do mundo - parou na segunda rodada do qualifying do Australian Open. Nesta terça-feira, em Doha, o holandês Botic Van de Zandschulp, 156 do ranking, marcou 2 sets a 1, parciais de 6/3, 6/7 (7/1) 6/4.



Menezes deixa Doha após duas partidas muito equilibradas. Na estreia foram 2h28 minutos até derrotar o argentino Andrea Collarini, no domingo. Nesta terça, uma batalha de mais de 3 horas na busca por nova vitória, de olho na vaga na chave principal do Grand Slam. Agora, depois do quali que abriu 2021, Menezes segue para a disputa de três torneios Challenger na Turquia, em Istambul e Antalya, o primeiro a partir do próximo dia 18, na sequência da temporada.

"Hoje foi um jogo muito duro. Mais de 3 horas. Não joguei o meu melhor, mas lutei muito, competi muito bem. Após o set inicial, no segundo elevei meu nível de saque e mantivemos, saque a saque, até o tie-break. E no tie-break fui bastante superior. No terceiro, tive 0/40 no saque do Zandschulp logo de cara e ele me tirou três pontos muito bem jogados. Daí no 2/2 ainda tive mais um break, mas não consegui devolver o saque. A duração do jogo foi provocando um desgaste físico, acabei baixando a energia nos últimos pontos e ele fechou em 6/4", explicou Menezes.

No set inicial, Zandschulp quebrou primeiro, no quarto game, abrindo 3/1. A resposta de Menezes veio na sequência, devolvendo o break. Mas, com nova quebra, o adversário marcou 6/3 e saiu na frente do jogo. Assim como na estreia, Menezes foi em busca da reação, que veio no tie-break, após um set disputado, sem quebras. Domínio do mineiro, que marcou 7-1, sem chances para Zandschulp, deixando tudo igual na partida: 7/6 (7-1). E indo atrás de nova virada.

No terceiro e decisivo set, mais uma vez muito equilíbrio. Menezes teve chances de break logo no primeiro game e, depois, no quinto. Mas, o adversário salvou, mantendo seus serviços. E, com uma quebra no décimo game, Zandschulp aproveitou a única oportunidade e marcou 6/4 para vencer o jogo.

Desde 2018 Menezes disputa torneios do circuito Challenger, tendo conquistado seu primeiro título em 2019, em Samarkand, no Uzbequistão. No ano passado, chegou à semifinal do Challenger de São Paulo (SP) e venceu a segunda etapa do Circuito BRB, em Brasília (DF), ambos em novembro, e disputou os qualis do Australian Open e de Roland Garros – neste com uma vitória.

banner
banner