X

Mertens e Rublev são os atletas que mais jogaram em 2020

Segunda, 23 de novembro 2020 às 11:50:00 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Com o encerramento da temporada 2020 cercada de problemas em razão da parada do calendário em cinco meses por causa da COVID-19, os números do circuito feminino e masculino estão consolidados e impressionam. Elise Mertens e Andrey Rublev foram quem mais jogaram.



Os números absolutos da WTA, considerando apenas jogos em simples, apontam que a belga Elise Mertens é disparado a atleta que mais jogou neste ano, 45 jogos. A tenista de 25 anos não chegou a erguer nenhum troféu de simples na temporada e foi finalista do WTA de Praga, na República Tcheca, onde foi derrotada pela romena Simona Halep, e ainda disputou oitavas de final em Roland Garros e fez quartas no US Open. Nas duplas, ao lado da bielorrussa Aryna Sabalenka, ela disputou 20 jogos e foi campeã do WTA de Ostrava, também na República Tcheca.

A segunda colocada da lista é a cazaque Elena Rybakina, que disputou 39 jogos, conquistou o título do WTA de Hobart, na Austrália, e disputou outras quatro finais no ano: Shenzhen, São Petersburgo, Dubai e Estrasburgo. Fechando o top 3 está Sabalenka, que em simples disputou 37 jogos e conquistou três títulos: Ostrava, Doha no Qatar e Linz, na Áustria.

Confira o top 10 de quem mais jogou na WTA em 2020:

  1. Elise Mertens (BEL) 45 jogos
  2. Elena Rybakina (CAZ) 39
  3. Aryna Sabalenka (BRL) 37
  4. Ons Jabeur (TUN) 32
  5. Maria Sakkari (GRE) 31
  6. Anett Kontaveit (EST) 31
  7. Sofia Kenin (EUA) 31
  8. Ekaterina Alexandrova (RUS) 30
  9. Garbiñe Muguruza (ESP) 30
  10. Jennifer Brady (EUA) 28

Rublev é quem mais jogou e vendeu

Já no circuito ATP, que inclusive teve uma maior quantidade de torneios em seu calendário pós pandemia, tem no jovem russo Andrey Rublev o jogador que mais jogou na temporada e também quem mais venceu. O russo de 23 anos jogou 51 partidas e venceu 41 delas, mesmo número de vitórias do número 1 do mundo, o sérvio Novak Djokovic.

No decorrer de 2020 Rublev venceu cinco títulos, sendo três deles ATP500, são eles: São Petersburgo; na Rússia,  Viena, na Áustria; e Hamburgo, na Alemanha. Além dos 250 de Doha e Adelaide.

Em segundo na lista está Djokovic, que disputou 46 partidas e venceu 41 delas. No ano, Nole ergueu quatro troféus: Australian Open, Masters de Roma e Cincinnati e ATP 500 de Dubai. Em terceiro da lista está o canadense Felix Auger Aliassime, que disputou 42 partidas dos quais venceu 23. O canadense foi vice-campeão nos ATP de Colônia, Roterdã e Marselha.

  1. Andrey Rublev (RUS) 51 jogos
  2. Novak Djokovic (SRB) 46 
  3. Felix Auger-Aliassime (CAN) 42
  4. Stefanos Tsitsipas (GRE) 41
  5. Diego Schwartzman (ARG) 40 
  6. Alexander Zverev (ALE) 39
  7. Daniil Medvedev (RUS) 38
  8. Ugo Humbert (FRA) 36 
  9. Karen Khachanov (RUS) 35
  10. Casper Ruud (NOR) 34
banner
banner