X

Diante do cenário, organização prefere cancelar ATP da Basileia

Quinta, 18 de junho 2020 às 10:05:00 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

De acordo com a SRF da Suíça, os organizadores do ATP 500 da Basileia, programado para ocorrer entre 26 de outubro e 1º de novembro, preferem cancelar o torneio ao realizá-lo de acordo com as normativas de distanciamento social da atualidade.



"Infelizmente, o coronavírus tem várias jogadas para estragar o jogo", disse o presidente do torneio, Roger Brennwald, na quinta-feira.

O diretor afirmou a rádio que organizar o torneio sem a presença do público pagante de ingressos "não seria um problema", mas destacou apenas o alto custo para o aluguel da arena onde é realizado.

As autoridades suíças discutem uma maior flexibilização das regras gerais de distanciamento social e do funcionamento de locais de atendimento ao público, porém mesmo flexibilizadas, os organizadores não acreditam que isso possa ajudar na realização do torneio. "O distanciamento social não é viável em um torneio indoor [local fechado] com mais de 10 mil visitantes e funcionários por dia", seguiu o diretor.

Ainda segundo a reportagem da SRF, em razão de regras governamentais locais, os organizados do ATP 250 de Gstaad e do WTA de Laussane, ambos no saibro realizados em abril, já sabiam desde o inicio da pandemia da COVID-19 que não poderiam ser realizados, porém, o cancelamento oficial não foi feito anteriormente "por pressão" das associações ATP e WTA.

O mesmo ocorre com o torneio da Basileia, que já trabalha para a edição de 50 anos do torneio em 2021.

banner
banner