X

'O último que queríamos era a chegada desse vírus', diz treinador de Murray

Domingo, 05 de abril 2020 às 19:57:49 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Jamie Delgado, treinador de Andy Murray, concedeu entrevista ao site da Associação dos Tenistas Profissionais, e revelou que o Masters 1000 de Miami, na Flórida, seria o retorno do pupilo e lamentou a chegada do coronavírus que suspendeu o circuito pelo menos até julho.

“Andy e eu estivemos treinando umas duas semanas em quadra e a ideia era voltar no Masters 1000 de Miami ao mesmo tempo que esperavamos o anuncio da suspensão de Indian Wells. Logo fomos treinar no saibro durante alguns dias até a suspensão por completo (temporada no piso). Com Andy recuperando sua condição física o último que queríamos era a aparição desse vírus. Agora só podemos esperar até que se levantem as restrições".

Delgado, que está no time de Murray desde 2016, seguiu: "É um momento difícil para todo mundo, não só para os tenistas que não podem ir para a quadra joagr, mas tudo está parado. Eu levo alguns dias sem sair de casa, só saio para comprar comida e fazer algo de exercício cada dia. Meus pais estiveram em um cruzeiro há algumas semanas pela América Central e tiveram sorte de baixarem a tempo paraconseguir um voo de volta pra casa".

Delgado aposta que o circuito ficará parado por mais um tempo além de 13 de julho: "O tênis é um esporte tão internacional e global que o normal é que leve tempo para voltar. Tanto os joadores, como treinadores, staff, patrocinadores e milhões de torcedores estão envolvidos . Não é como uma liga nacional de futebol. Essa é uma situação única para todos, o objetivo do jogador é se manter em forma, estar preparado para o momento em que as coisas mudem e possam ser realizados os torneios".

Delgado afirmou que Murray está trabalhando no físico e batendo paredão em casa por falta de uma quadra própria e clubes fechados pelo país.
banner
banner