X

Quatro Futures no Brasil serão remarcados para este ano

Sexta, 20 de março 2020 às 17:04:34 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

A disseminação do novo coronavírus mantém suspensa até 8 de junho a realização do circuito, mas o Instituto Sports garante a realização de quatro futures para ainda este ano. Eles estavam previstos para o fim de abril até fim de maio.



Embora não haja previsão para o remanejamento destas datas, as competições do IS estão confirmadas e quando houver a retomada do circuito percorrerão as cidades de Brasília (DF) e Recife (PE) como etapas do Brasil Tennis Cup, e Curitiba (PR) e Piracicaba (SP) como etapas do Brasil Tennis Classic.

Esta gira brasileira tem como principal objetivo fortalecer a formação de novos talentos do tênis nacional e fomentar o esporte em diferentes regiões do País com a realização de clínicas de tênis para crianças e adolescentes e o livre acesso do público aos torneios sem qualquer cobrança de ingressos. As quatro etapas que formam os circuitos Brasil Tennis Cup e Brasil Tennis Classic são apresentadas pela Secretaria Especial do Esporte do Ministério da Cidadania e Banco Santander, por meio da Lei Federal de Incentivo ao Esporte, e chanceladas pela Federação Internacional do Tênis (ITF).

"Agradecemos ao Santander pelo nosso terceiro ano consecutivo de parceria, à Secretaria Especial do Esporte pelo apoio na realização de todos os eventos de tênis do País. Lamentamos profundamente os tristes episódios originados por meio da pandemia, a saúde e o bem-estar de todos precisam ser priorizados neste momento. Quando houver plenas condições para a prática do tênis, anunciaremos o nosso calendário com pelo menos oito torneios confirmados, entre eles a 10ª edição do ATP Challenger de Campinas", garante Nelson Aerts, presidente do Instituto Sports, organização que em 2020 dobrará o seu número de torneios perante a temporada passada, quando realizou quatro competições.

Cada etapa da Brasil Tennis Cup e Brasil Tennis Classic oferecerá premiação de US$ 15 mil, o equivalente a mais de R$ 300 mil se considerarmos a gira completa. As competições também garantem aos tenistas a chance de pontuar no ranking da ATP e na lista de entrada da ITF. Os clubes que receberão as novas promessas do tênis mundial também foram definidos, como o Clube do Exército (DF), Graciosa Country Club (PR), Recife Tênis Clube (PE) e o Clube Cristóvão Colombo de Piracicaba (SP).

A nova geração em destaque

As jovens promessas que competiram nos últimos anos nos torneios do Instituto Sports começam a colher resultados expressivos no mais alto nível do tênis mundial. O paranaense Thiago Wild, campeão em 2018 do ITF WTT de São José do Rio Preto (SP), conquistou o título do ATP 250 de Santiago, no Chile, enquanto Felipe Meligeni Alves, figura constante nos eventos do IS nos últimos anos, anotou recentemente a sua primeira vitória em Copa Davis, nas duplas, e mostrou um alto nível de tênis ao enfrentar o top 5 Dominic Thiem, no Rio Open.

Outro exemplo de evolução vem da dupla Orlando Luz e Rafael Matos, que está entre as 70 melhores do mundo e foi capaz de desbancar a parceria número 1 da ATP, formada pelos colombianos Robert Farah e Juan Sebastian Cabal, na primeira rodada do Rio Open. Há cerca de 5 meses os jovens gaúchos estavam em Campinas, onde conquistaram juntos o primeiro título de nível Challenger da carreira.   

banner
banner