X

Orlandinho e Matos perdem match-points e ficam com o vice em Monterrey

Domingo, 08 de março 2020 às 16:45:53 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Foi por muito pouco que a parceria brasileira formada pelos gaúchos Orlando Luz e Rafael Matos não brilhou na conquista do título do Challenger de Monterrey, no México, torneio disputado em quadras duras e que distribui US$ 108 mil em prêmios.



Cabeças de chave número quatro do evento, Matos e Luz acabaram superados na decisão pela parceria formada pelo polonês Karol Drzewiecki e pelo português Gonçalo Oliveira por 6/7(5) 6/4 11-9 em apenas 1h38 de partida.

Matos e Luz saíram na frente, vencendo o primeiro set no tie-break, após serem quebrados no primeiro game e devolverem a quebra no quarto. Na segunda parcial, a quebra decisiva veio no sétimo game, embora os brasileiros tenham tido duas chances para devolver no game seguinte. No desempate, saíram na frente e chegaram a ter dois match-points — um no saque — mas acabaram perdendo quatro pontos consecutivos.

Com a campanha, Orlandinho dá um pequeno salto no ranking para a 116ª posição, um novo melhor posto na carreira e se aproximando ainda mais do top 100. Matos, por sua vez, salta dez posições e deverá aparecer em 141º.

banner
banner