X

Muguruza rebate: ‘As pessoas esquecem de como é difícil vencer um Grand Slam’

Quarta, 29 de janeiro 2020 às 13:26:52 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Após viver uma fase bem abaixo do seu melhor nível no circuito, a espanhola Garbiñe Muguruza está de volta à semifinal de um Grand Slam no Australian Open 2020. Em coletiva, a espanhola falou sobre a sensação.



Ao longo do torneio, a expressão mais utilizada para o ressurgimento de Muguruza foi ‘voltar de um coma’, algo que não agradou muito a tenista. “Creio que voltar de um coma é uma comparação bastante forte. Diria que estes dois últimos anos foram menos positivos, se os compararmos com os anteriores. É assim que vejo a questão, mas não posso entendê-la como um coma. Uma jogadora sempre tem dificuldades, já é sabido que haverá momentos onde as coisas não sairão bem. Simplesmente é preciso ser paciente e esperar para voltar ao topo”, disse.

Sua próxima adversária será a vice-campeã de 2018, a romena Simona Halep, contra quem a espanhola não espera facilidade. “Será um jogo difícil, sem dúvidas. Penso que não importa muito o momento em que se enfrenta uma tenista do top 5, será sempre um jogo muito complicado, ainda mais sendo numa fase final de. Amanhã será emocionante ter uma nova batalha com ela. É uma tenista muito sólida, vem há muitos anos competindo sempre na mesma consistência”, afirmou.

Por fim, a tenista desabafou sobre a pressão de ter que vencer mais e mais Grand Slams. “Acho que as pessoas se esquecem do quão difícil é vencer um Grand Slam e esperam que os melhores jogadores estejam sempre entre os vencedores, mas é muito difícil. No meu caso, são nesses torneios que sinto uma maior motivação, mas não penso muito nisso. Estou feliz por ter chegado até aqui e estou emocionada de ver até onde posso chegar”, concluiu.