X

Segurança de Federer comenta experiências: ‘Um dos poucos com os pés no chão’

Quinta, 07 de novembro 2019 às 11:25:13 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Diariamente a imprensa internacional busca aproximar os atletas de seus fãs. Numa dessas, o site espanhol ‘Punto de Break’ inovou e conversou com o chefe de segurança do ATP da Basileia sobre ninguém menos que Roger Federer.



Filho de pais espanhóis e nascido na Suíça, Juan também acompanhou o suíço em diversas outras ocasiões, como nas Olimpíadas de Pequim em 2008 — primeiro trabalho que fizeram juntos — e duelos da Copa Davis.

“Conheço o Federer há muitos anos. Meu primeiro contato com ele foi há mais de 10 anos e desde o primeiro momento ele se mostrou uma pessoa muito acessível e fácil de lidar, algo raro para pessoas daquela idade. Estudei suas rotinas, sua forma de ser, mas ele sempre foi muito focado, educado e encara todos os jogos com a mesma seriedade”, revelou.

Com tanto tempo de trabalho com o suíço, Juan fez questão de destacar a humildade de Federer. “Há clientes que colocam muitas barreiras, são frios e complicados, mas o Roger não é nada disso. É um dos pontos tenistas com os pés no chão. Ele tem milhões de euros no banco e você não percebe na forma com ele fala ou trata quem o rodeia. Isso diz muito sobre a pessoa”.

Nesse combo de tempo de trabalho e humildade por parte do suíço, os dois dividiram muitos momentos de relação pessoal e o segurança fez questão de compartilhar alguns desses. “Há alguns momentos descontraídos com Severin (Luthi) ou outro membro de sua equipe, nos envolvem em alguma piada, jogam bolas em nós ou algo assim. Aqui (Basileia) não tanto, mas na Copa Davis ou quando estivemos na China, também o acompanhamos à bares ou discotecas, estávamos entre eles e eles faziam questão de nos integrar em seu âmbito pessoal. São experiências bonitas”.