X

Tsitsipas recua após dizer que Federer e tops têm privilégios

-->
Segunda, 15 de abril 2019 às 09:22:39 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Número oito do mundo, o grego Stefanos Tsitsipas concedeu entrevista coletiva em Monte Carlo e recuou das palavras ditas no twitter após jogo de duplas no Masters 1000 de Miami, na Flórida, onde nomes como os tops e Roger Federer teriam privilégios dos árbitros.



"Creio que há jogadores muito respeitados no mundo do tênis que têm privilégios na hora que os árbitros tomam decisões ou apliquem regras e creio que isso é um pouco injusto. Não é culpa do Federer, mas sim dos juízes que tentam protegê-lo mais do que deveriam", disse Tsitsipas. Em Miami um microfone pegou Tsitsipas falando que o juiz Moscarella estaria dando privilégios aos irmãos Bob e Mike Bryan: "É o mesmo que faz com Roger e o resto".

Em Monte Carlo ele recuou das palavras: "Depois de pensar muito durante minhas folgas, aquilo que disse não quis dizer dessa forma tão vaga. Aquilo que o microfone pegou foi completamente errado por minha parte, devo admitir. Nem sequer se aproximou do que queria dizer. Não sei porque disse aquilo. Foi equivocado" 

"Tive situações no passado contra jogadores que gostam de tomar muito tempo entre os pontos e não quero dizer nomes, mas me deixaram muito chateado e os juízes de cadeira não disseram nada e me senti mal. Se tivesse feito o mesmo teria tomado uma violação de tempo ou um warning e isso era o que queria dizer. Não quis especificar. Tudo porque disse o nome de Roger, mas ele não toma muito tempo entre os pontos e sempre usa o momento do jogo. Me equivoquei ao dizer isso". 

Na ocasião, Federer respondeu falando que os árbitros conheciam mais os tops, mas que não lhe davam privilégios: "Exato. Eles tem mais experiência com os árbitros e os conhecem muito melhor. Eles sabem como falar com eles, como se aproximar. Imagino que sigo sendo um jovem novo no circuito e assim meu caso será um pouco diferente".