X


Paula Gonçalves vai à final do quali em Surprise, nos EUA

-->
Segunda, 11 de fevereiro 2019 às 23:28:31 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

A tenista Paula Gonçalves, natural de Campinas (SP), estreou com vitória, nesta segunda-feira, na temporada 2019 e no qualifying para o torneio de Surprise, no Arizona, nos Estados Unidos, evento com premiação de US$ 25 mil, jogado no piso duro.



A campineira 469ª do mundo derrotou a quinta favorita, a americana Elizabeth Halbauer, 378ª colocada, com apertados 6/4 3/6 10/6 e vai encarar nesta terça-feira na final do quali e por vaga na chave principal a americana Hanna Chang, 12ª favorita e 443ª colocada.

Paula é acompanhada por Walter Preidikman, mais conhecido como Gringo que é um dos únicos 60 técnicos do mundo com o certificado Elite da USPTA (United States Professional Tennis Association) e possui o visto 01 de Habilidades Extraordinárias.

A competição é a primeira do ano de Paula que após essa semana seguirá para a Rancho Santa Fe, na Califórnia, também com premiação de US$ 25 mil. A partir de 11 de março ela disputa três eventos no Brasil em São Paulo e Curitiba, de US$ 25 mil, e o último em sua terra natal a partir de 25 de março, com premiação de US$ 15 mil.

Preidikman é argentino, disputou o circuito profissional por pouco mais de um ano quando foi convidado para integrar Universidade americana em Houston e virou treinador em 1985 onde trabalhou com nomes como Fernando Meligeni, Júlio Góes, José Amin Daher, o ex-top 30 mundo Roberto Arguello, da Argentina, entre outros. Foi auxiliar técnico do time do Brasil da Copa Davis quando Paulo Cleto era o capitão. Está baseado em Los Angeles há três anos onde fundou a WPT, a Walter Preidikman Tennis, equipe que utiliza espaço do clube La Cañada que conta com quadras de tênis e equipe multidisciplinar.

Ele é um dos fundadores da academia Tennis Route, no Rio de Janeiro. Além de treinar tenistas profissionais, Walter Preidikman já levou cerca de trinta tenistas brasileiros para universidades americanas.

Junto com Gringo trabalha o paulista de São Carlos, Rodrigo Mariz, que se formou na Universidade de Illinois e marca presença todos os anos como rebatedor da USTA dos melhores tenistas do mundo em torneios como o US Open, Masters de Miami, Indian Wells, entre outros.