X

Anderson vibra ao bater Federer: 'Sempre pensei que hoje seria meu dia'

Quarta, 11 de julho 2018 às 16:24:59 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Kevin Anderson, oitavo do mundo e gigante de 2,03m, vibrou com sua vaga inédita na semifinal ao derrubar o poderoso Roger Federer, segundo do ranking e octacampeão, por 2/6 6/7 (7/5) 7/5 6/4 13/11 após batalha de 4h13min de duração nas quartas em Wimbledon.



Leia Mais:

Federer se frustra com derrota: 'Aqui as derrotas doem mais'

Suíço abre 2 a 0, mas leva incrível virada em Londres

 

 

"Não sei bem o que dizer. Quando estava 2 sets a 0 abaixo tentei não pensar muito e creio que fiz um bom trabalho e isso me fez ficar adiante. Ganhar de Roger Federer em Wimbledon sem dúvida é um momento que lembrarei para toda vida, especialmente um jogo apertado"., comemorou Anderson em bate-papo com a BBC logo após o encontro.

"Não deixei de dizer a mim mesmo para seguir acreditando. Não deixava de repetir que hoje seria o meu dia. Se estiver com dúvidas ou inseguro sobre o que pode acontecer, não irá da forma que quer, dei tudo em quadra". 

Anderson comemorou o feito de obter seu melhor resultado no torneio onde tinha perdido nas oitavas em três oportunidades incluindo ano passado: "É para isso que trabalhamos muito duro em quadra e tudo que envolve o tênis. Foi uma grande atuação por minha parte. Quando se joga contra alguém como o Roger, sabe que precisa se dar uma oportunidade. Isso é algo que nunca tinha feito no passado e me sinto orgulhoso de ter feito progressos nesse ponto. Meu objetivo era melhorar minha melhor marca no torneio. Estou muito, muito feliz, vou desfrutar da situação que me encontro".

Anderson apontou que passou a sentir melhor seu jogo ao salvar um match-point quando sacava em 4/5 no terceiro set: "Não me encontrava no primeiro set, melhorei no segundo apesar de ter perdido. Quando tive o match-point contra joguei bem o ponto e a partir dali passei a me sentir melhor conforme passavam os minutos e o jogo seguia. Sempre acreditei que tinha isso dentro de mim, é reconfortante ver melhores que pude fazer".