X
banner

Britânico que denunciou grego diz ser difícil acabar com corrupção no tênis

Sexta, 13 de outubro 2017 às 12:40:39 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Campeão do US Open Juvenil em 2011, o britânico Oliver Golding falou pela primeira vez desde seu retorno ao circuito profissional, após parar no tênis em 2014 e em entrevista ao canal britânico ITV falou que denunciou o grego Alexandros Jakupovic.



Há um ano Alexandros Jakupovic foi banido pela vida por corrupção no tênis e jurou inocência [clique aqui e relembre o caso], mas de acordo com Golding o grego lhe ofereceu 2 mil euros para que vencesse o primeiro set e depois o deixasse vencer.

"Você ouve falar sobre esse tipo de coisa acontecendo e está certo de que é um problema", pontuou Golding à ITV afirmando que Jakupovic foi o primeiro a lhe fazer este tipo de abordagem.

O britânico denunciou o grego às autoridades do tênis - procedimento que é exigido no código de conduta dos tenistas profissionais. Entretanto, ainda de acordo com ele, sua denuncia não foi mantida em sigilo e a Unidade de Integridade do Tênis (TIU) passou a investigar o grego, o autorizando a seguir competindo. Golding ainda ressaltou que a audiência do caso demorou mais de um ano para ocorrer e que ele esteve ali para testemunhar sem conhecer o processo.

"Nunca fui questionado por advogados. Quase me senti culpado por denunciá-lo", ressaltou.

Procurado pela ITV, o TIU respondeu afirmando que sempre prima pela "preservação e segurança" dos atletas e que fez " todos os esforços para manter contato com a testemunha e lhe dar apoio".

Mas não é o que diz o britânico, que confessou que possivelmente não repetiria a atitude: "Sei que fiz a coisa certa,mas é um processo difícil".

 

 

banner
banner