X

Tiafoe quer ser modelo por mais negros no tênis

Sábado, 30 de maio 2020 às 14:19:28 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

A iniciativa #TennisAtHome proposta há semanas pela ATP continua a resgatar histórias de alguns jogadores profissionais sobre suas experiências e sua relação com o tênis. Dessa vez, o convidado foi Francis Tiafoe, que quer inspirar mais negros a jogarem.



“Em nenhum momento eu escolhi praticar esse esporte, de forma alguma. Gosto de dizer que o tênis me escolheu. Lembro-me de quando fui para a escola com meu irmão e, quando saímos, mal podíamos esperar o momento para segurar uma raquete e bater uma bola de tênis na quadra. Foram momentos divertidos, passamos muito tempo juntos, foi uma grande irmandade ”, disse o 81 do mundo sobre o irmão gêmeo Franklin que era seu maior companheiro de aventura.

Naturalmente, a história de Tiafoe não é como a de muitos outros europeus que desde a infância têm instalações para praticar esse esporte. No entanto, Francis sempre foi claro, sua paixão pelo tênis o fez superar qualquer adversidade que surgisse no seu caminho: “Acabei de tomar a decisão de jogar todos os dias, foi assim que continuei melhorando com o tempo. Eu estava perseguindo uma meta que pode parecer irreal, mas meu sentimento era que isso se tornaria realidade em breve ".

Aos 19 anos, o americano de Maryland já era um dos cem melhores tenistas do circuito, confirmando a descoberta de uma geração brilhante americana: “Foi assim que fiz, segui meu curso, tive uma visão, é impossível conseguir qualquer coisa se você não sonhar. É importante ficar obcecado com qualquer coisa que você queira alcançar e eu estava obcecado em jogar tênis. Fiquei obcecado em vê-lo, em estar próximo ao esporte, aprendendo, absorvendo tudo o que vi ao meu redor ".

“Tem que se tornar uma prioridade, apostando tudo para que você possa sacrificar certas coisas. Você poderá dizer que sacrifiquei muitas coisas da minha infância, muitos momentos importantes sendo apenas uma criança, mas em troca eu estava aproveitando o melhor momento da minha vida, então estava gostando muito, era tudo o que eu queria fazer. Sempre fui diferente de outras crianças. Agora eu quero ser conhecido como um cara que cuida muito bem de seus fãs, alguém que sonha em construir um legado incrível. Meu objetivo é ajudar mais negros a jogar tênis, quero ser um bom modelo ", finalizou o jogador que mora atualmente em Orlando.

banner
banner